PERUGIA

Perugia foi um antiguíssimo centro umbro conhecida como Peroscia, logo depois cidade da dodecapolis etrusca com o nome de Perusia (no 310 a.C era considerada uma das cidades etruscas mais importantes) e então centro romano em consequência da derrota dos etruscos e a aliança com Roma.

Reconstruída por Augusto com o nome de Augusta Perusia, voltou bem cedo a ser uma cidade em progresso. Manteve praticamente uma boa parte de sua original estrutura. Após a ampliação no medioevo, da velha muralha, a cidade conheceu um grande momento de construções. Devastada por Totila, conquistada por Narsete, caiu enfim em mãos longobardas que, ali fizeram a sede do próprio ducado (VI). Este passou sob a proteção e soberania da Igreja (VIII) sempre sob domínio guelfo, contra os centros vizinhos de Gubbio, Arezzo, Siena, Todi, Folinho, Assisi. Foi residência papal (XIII) e viu surgir muitos dos seu mais significantes monumentos e mais de setenta torres, sendo assim apelidada de Turrena. Tendo que vencer os declives do terreno, a cidade se expandiu em forma estrelar, com os históricos bairros de Porta Sole, Porta Sant’Angelo, Porta Eburnea, Porta Santa Susanna e Porta San Pietro , cada um caracterizado por uma ampla rua central e por numerosas ruas tortuosas e estreitas laterais. Não foi poupada de lutas de facções: no fim do XIV cedeu seu governo a Gian Galeazzo Visconti, duque de Milão; após a nobreza de Braccio Montone (1416-24), os Baglioni contra os Oddi, houveram lutas sanguinosas que se arrastaram até 1540, ano que marcou a devastação da cidade por parte de Pier Luigi Farnese mandado pelo papa Paolo III. No XVI, com a liberdade municipal decaída, Papa Paolo III fez abater o bairro que surgia sobre a colina del Landone, onde Antonio da Sangalo il Giovane erigiu uma fortaleza que se inspirou ao nome do papa: a Rocca Paolina (demolida logo depois pelo furor do povo, 1859). Os magistrados municipais, usufruindo também de competências administrativas, foram todavia repristinados pelo sucessor do Papa Paolo III- Giulio III- e a cidade desabrochou. Durante a dominação francesa (1798-1814) fez parte do departamento do Trasimeno. Em junho de 1859 os excessos das tropas papais (“devastes de Perugia”) se abateram sobre os peruginos rebeldes e destruíram a Rocca Paolina e foram assim sucessivamente liberados do domínio papal na chegada das tropas piemontesas (1860).

Um moderno sistema de percursos mecanizados, constituídos por uma série de longas escadas rolantes que giram em parte ao aberto e em parte ao interno das antigas estruturas, consentem de subir comodamente ao centro histórico encravado sobre uma colina.

De grande fama é também o anual Umbria Jazz, o mais importante festival europeu do setor que tem como sede Perugia e outros importantes centros próximos.

PÁG. 1 | 2 | próximo >>

PERUGIA
cidade da arte

Região Umbria em Italia

 

Guia da cidade
perfil artístico
museus

 

Cidades em Úmbria
Perugia
Terni
Outras cidades da arte
Amelia
Assis
Bevagna
Cascia
Castiglione del Lago
Città delle Pieve
Città di Castello
Deruta
Foligno
Gualdo Tadino
Gubbio
Magione
Marsciano
Montefalco
Narni
Nocera Umbra
Norcia
Orvieto
Spello
Spoleto
Todi
Trevi
Umbertide

In Italy Today
As guias de Italia
> as cidades da arte
> lista completa
> as regiões da Italia
Eventos e exposiçãoes
Hotel e B&B

 


LINK DE ARTE Y VIAJE - SITIOS WEB SELECCIONADOS

  • Your ArtTravelSite - http://www.yoursite.com
    Description of web site.
  • ... insert you link!

 


Vuoi inserire un LINK?
Hai un HOTEL o un'altra attività legata al TURISMO IN ITALIA?

Promuovilo nella pagina della tua città dentro IN ITALY TODAY!
OFFERTE PROMOZIONALI PER I PRIMI LINK

Art Travel directory

SUGIERE UN SITIO-VIAJES

 

In Italy Today ama a arte

© IN ITALY HOTELS NETWORK