CISTERNINO

Na província de Brindisi e nas baixas Murge, Cisternino surge a 398 mt de altura.

A sua fundação se coliga ao herói grego Diomede o qual, retornando à pátria depois da conquista de Tróia, mas não reconhecido pelos seus súditos e pela sua família por causa de um encanto de Afrodite, que, sentiu-se ofendida por esse, decidiu assim partir para a Itália fundando muitas cidades entre as quais Brindisi, Benevento e muitas outras. Com Diomede chegaram alguns de seus companheiros de viagem, entre os quais Sturnoi, fundador de Cisternino.
Além da mitologia, o território resultava já povoado dede a Idade do Bronze (III milenio-XII a.C.).
Conhecida pelos romanos com o nome de Sturninum, o povoado esteve ao centro da guerra entre os cartagineses de Annibale e romanos em 216 a.c.
Depois do longo período de pacificação e desenvolvimento que coincidiram com a fase imperial (I a.C.-IV d.C.), o povoado foi destruído pelos godos de Alarico ao início do V século d.C.
O atual povoado renasceu por parte de alguns monges basiliani (VIII, seguidores de San Basilio Magno) os quais a fundaram com o nome de Cis- sturnium, adificando ali uma abadia nominada San Nicolò no lugar de onde surgia a Igreja Matriz.
Em 1180 o burgo apareceu em uma estampa papal a qual a declarava propriedade da cede episcopal de Monopoli (a qual foi cedida no 1330), sob os Angioinos, por um nobre da mesma cidade.
Em 1463, Cisternino voltou ao bispo mas, foi conquistada pouco depois (1495) pela República de Veneza que a guiou até 1528, ano da conquista espanhola que nominou o barão de Cisternino, Galeotto Fonseca.
Durante o Reino dos Borboni de Napoli, iniciado em 1738, Cisternino se demonstrou contra o domínio real passando por uma fase revolucionária que depois seguiu com a República francesa de Napoli e a organização dos movimentos carvoeiros (1820).

O centro histórico de Cisternino se divide em quatro bairros: Bari Vecchia, Pantano, Li Signuredde e Isola.
Na cidade é possível visitar a Torre medieval normanda- sveva (XI) e a Igreja Madre de San Nicola de Mira (1150) que surgiu sobre a abadia já citada anteriormente (VIII).
Digno de nota também o Palácio episcopal (1560) em estilo renascimentista, o Palácio del Governatore (XVI), os palácios Pepe e Cenci.
Pouco fora do povoado é possível visitar a igrejinha românica della Madonna d’Ibernia (1100 mais ou menos).

CISTERNINO
cidade da arte

Região Apulia em Italia

 

Guia da cidade
perfil artístico

 

Cidades em Apúlia
Bari
Andria
Barletta
Brindisi
Foggia
Lecce
Taranto
Trani
Outras cidades da arte
Acaya
Alberobello
Alezio
Altamura
Ascoli Satriano
Bisceglie
Bitonto
Bovino
Calimera
Canosa
Casarano
Castel del Monte
Castellaneta
Ceglie Messapica
Cerignola
Cisternino
Conversano
Copertino
Cutrofiano

Francavilla Fontana

Galatina
Gallipoli
Gioia del Colle
Giovinazzo
Gravina
Grottaglie
Isole Tremiti
Locorotondo
Lucera
Maglie
Manduria
Manfredonia
Martano
Martina Franca
Massafra
Melendugno
Melpignano
Mesagne
Modugno
Molfetta
Monopoli
Monte Sant'Angelo
Nardò
Ostuni
Otranto
Parabita
Peschici
Poggiardo
Polignano a Mare
Putignano
Ruvo di Puglia
San Ferdinando di Puglia
San Vito dei Normanni
San Severo
Specchia
Terlizzi
Tricase
Troia
Ugento
Vico del Gargano
Vieste
Sitios Arqueológicos
Egnazia
Ordona (Herdonia)
Oria
Siponto

In Italy Today
As guias de Italia
> as cidades da arte
> lista completa
> as regiões da Italia
Eventos e exposiçãoes
Hotel e B&B

 


LINK DE ARTE Y VIAJE - SITIOS WEB SELECCIONADOS

  • Your ArtTravelSite - http://www.yoursite.com
    Description of web site.
  • ... insert you link!

 


Vuoi inserire un LINK?
Hai un HOTEL o un'altra attività legata al TURISMO IN ITALIA?

Promuovilo nella pagina della tua città dentro IN ITALY TODAY!
OFFERTE PROMOZIONALI PER I PRIMI LINK

Art Travel directory

SUGIERE UN SITIO-VIAJES

 

In Italy Today ama a arte

© IN ITALY HOTELS NETWORK